Diagno Vet Logo Diagno Vet

Buscar

Seg a Sexta das 08 as 18h00. Sábado até 12h00.

67 3356-3991

67 98434-0804

Manoel Inácio de Souza, 1053 - Santa Fé
CEP 79021-190 | Campo Grande MS contato@diagno.vet.br -

Produção Científica

Rim Policístico
Introdução
O termo nefropatia juvenil é utilizado para descrever um conjunto de doenças renais não inflamatórias, degenerativas ou do desenvolvimento, em cães com menos de cinco anos de idade. Estas doenças são classificadas a partir dos diferentes quadros histopatológicos e pela ocorrência particular em algumas raças (LAGOA, 2010).

A doença renal policística é caracterizada pelo desenvolvimento de cistos tanto no córtex quanto na medula renal que alteram a arquitetura fisiológica dos rins, aumentando seu tamanho e alterando seu contorno (LAGOA, 2010). Quando de origem familiar, seu início geralmente ocorre entre os seis meses e os cinco anos, resultando em insuficiência renal ainda em idade jovem (DiBARTOLA, 2004). Na raça Bull Terrier, o envolvimento de genes autossômicos dominantes já foi comprovado (O´LEARY et al., 2003), mas existem relatos nas raças Cairn Terrier, West Highland White Terrier, Dálmata e Yorkshire (McALOOSE et al., 1998; FELICIANO et al., 2008; SALINAS et al., 2008). Para o diagnóstico, mais de três cistos distribuídos nos dois rins devem ser observados (LAGOA, 2010).

Outra forma de nefropatia juvenil é a displasia renal, que se deve a diferenciações celulares anormais durante a embriogênese causando desorganização estrutural do parênquima renal e desenvolvimento de insuficiência renal crônica em filhotes e cães jovens (BITTENDOURT et al., 2004; DiBARTOLA, 2004). Fator hereditário já foi demonstrado em cães das raças Lhasa Apso e Shih Tzu (BERTOLINO, 2008). O diagnóstico definitivo dessa patologia é obtido, por microscopia, quando são observadas estruturas renais imaturas (LAGOA, 2010).

Este relato objetiva apresentar um caso de nefropatia juvenil em um filhote de cão da raça Lhasa Apso, que após exame histopatológico, confirmou quadro de doença renal policística.

Faça o download do resumo em pdf clicando no botão abaixo.
DOWNLOAD

Veja Também