Diagno Vet Logo Diagno Vet

Buscar

Seg a Sexta das 08 as 18h00. Sábado até 12h00.

67 3356-3991

67 98434-0804

Manoel Inácio de Souza, 1053 - Santa Fé
CEP 79021-190 | Campo Grande MS contato@diagno.vet.br -

Notícias

Animais de estimação em viagens

domingo, 19 de junho de 2016 às 12h19

Viajar ou não com animais, eis a questão!

Com a aproximação das férias ou feriados prolongados, viajar ou não com o animal de estimação torna-se um dilema. Nesse período, buscar informações para saber qual é a melhor escolha é o mais aconselhável. Além disso, é preciso optar pela decisão que vai causar menos stress ao animal.

Animais em casa na ausência do dono

Se o pet for ficar em casa, arrume uma pessoa responsável pelo bichinho e que tenha tempo disponível para fazer companhia ao animal. Se não houver algum conhecido para realizar esta tarefa, contrate um pet sitter, profissional responsável por cuidar de animais na ausência do dono. Esse serviço se torna cada vez mais popular no Brasil e já é encontrado em diversas cidades do país.

Há também a alternativa de hospedar o animal em um hotel especializado. No entanto, é bom ficar atento ao espaço disponível para o bicho de estimação e verificar como será a socialização com outros animais e pessoas. Animais que ficam longe dos donos podem se entristecer e parar de se alimentar, o que gera uma série de complicações. Também pode se optar por deixar o animal na casa de um familiar ou amigo que goste de pets.

Animais em viagem

Caso decida-se levar o animal junto à viagem, alugar um apartamento para a temporada de descanso pode ser uma boa opção. Muitos donos de imóveis não criam restrições para famílias que possuem um pet. Assim, além da economia, o dono do animalzinho não se priva da sua companhia durante o passeio. Outra saída pode ser a escolha de alguns hotéis que aceitam animais de estimação cobrando um preço acessível ou até mesmo gratuitamente.

O transporte do pet deve ser considerado antes da viagem, isso porque os animaizinhos devem ser sempre colocados em caixas de transporte específicas. A caixa transportadora deve ser familiar ao bicho de estimação e é necessário acostumá-lo com ela desde cedo. Para isso, coloque seu animalzinho dentro da caixa alguns dias por semana, junto com os brinquedos favoritos além de ração e água. Assim, o bicho entende que o lugar é seguro, confortável e evita problemas na hora da viagem.

Não é aconselhável alimentar o animalzinho logo antes da viagem ou durante o percurso. Viajar de estômago cheio pode gerar desconforto para o animal durante o trajeto. No entanto, isso não é regra, principalmente para viagens que duram muitas horas. Para garantir a higiene do pet, deve-se cobrir a parte inferior da caixa de transporte com tapetes higiênicos que podem ser adquiridos em lojas do ramo. Além disso, as paradas para o bicho de estimação descansar devem acontecer, em média, de duas em duas horas caso a viagem seja por terra.

Viagens com animais para outros países

Ao levar o animal de estimação em uma viagem internacional, é aconselhável preparar com antecedência a documentação exigida no local de destino. Alguns países inviabilizam a viagem de animais, pois possuem regras muito rígidas.

Viajar com a animal de estimação pode ser um momento inesquecível. Porém é fundamental planejar antes o passeio para que tanto o dono quanto o pet divirtam-se com a nova experiência.

Fonte: Portal da Educação / Foto: Pinterest

Veja Também