Diagno Vet Logo Diagno Vet

Buscar

Seg a Sexta das 08 as 18h00. Sábado até 12h00.

67 3356-3991

67 98434-0804

Manoel Inácio de Souza, 1053 - Santa Fé
CEP 79021-190 | Campo Grande MS contato@diagno.vet.br -

Dicas

Obesidade Canina

 
No Diagno Vet exitste um exame (PERFIL ANIMAL OBESO) para ajudar o médico veterinário com o diagnóstico de obesidade.


Atualmente, a obesidade acomete cerca de 30% dos cães, mas o problema em si não é apenas estético. Hoje em dia, a obesidade é reconhecida como uma doença grave, com múltiplas consequências sobre a saúde do animal, incluindo intolerância à atividade física (esforço) e ao calor, distúrbios cardiorrespiratórios, problemas de pele e pelagem, osteoartrite, diabete, etc. A lista de problemas relacionados à obesidade é longa e pode exercer um impacto significativo sobre a expectativa de vida do cão. 

Elimine os maus hábitos

As principais causas de obesidade são: refeições diárias excessivas, atividade física insuficiente, fornecimento sistemático de “restos” de comida ao cão, compartilhamento de doces com o cão por crianças, rivalidade com outro animal em casa, etc.
É importante que todos os membros da família sejam informados sobre os riscos da obesidade. Tenha certeza de que apenas uma única pessoa é responsável pela alimentação. Existem inúmeras oportunidades para que os outros auxiliem na missão de emagrecer o cão, como sair para passear ou brincar com ele.

Avalie as necessidades energéticas de seu cão

Os cães do mesmo peso corporal podem ter necessidades energéticas muito diferentes, dependendo de fatores como raça, sexo, pelagem, idade, atividade física, estilo de vida e temperamento individual.

Pese seu cão

Não se esqueça de que as tabelas nutricionais são apenas recomendações: as porções diárias de alimento devem ser adaptadas a cada cão. O único meio confiável de saber se seu cão está recebendo a quantidade certa de calorias é pesá-lo. Ao final do período de crescimento (em torno de 1 ano de idade), o cão costuma apresentar um peso corporal saudável. Isso deve ser a referência para o resto da vida de seu animal.
Tente pesar seu cão pelo menos uma vez por mês (a pesagem semanal é ainda melhor). Se ele estiver muito pesado para erguê-lo, peça ajuda ao veterinário: as clínicas costumam ter balanças grandes para cães de porte gigante. O veterinário também pode ajudá-lo a identificar o peso corporal ideal de seu cão e selecionar a nutrição de acordo com esse peso.

Examine seu cão

A mensuração do peso corporal não é o único meio de avaliar a situação. Ao olhar seu cão de cima ou de perfil, você deverá ser capaz de visualizar a cintura com clareza. Se a barriga estiver muito proeminente, é hora de tomar uma atitude.
Ao acariciar seu cão na região do flanco, você deverá sentir suas costelas à palpação. Caso se observe a presença de gordura no dorso ou no início da cauda, seu cão provavelmente apresentará um excesso acima de 30% no peso corporal.
Se você tiver dificuldades para estimar o peso corporal ideal de seu cão, novamente peça ajuda ao Veterinário. Esse profissional será capaz não só de estabelecer um peso-alvo, mas também de elaborar um programa de emagrecimento totalmente adaptado. A perda de peso deve ser um processo lento e regular, envolvendo não mais de 1% do peso corporal total por semana. O principal objetivo é evitar o efeito rebote, muito frequente quando se perde peso com muita rapidez.

Como proprietários, somos responsáveis em zelar pela saúde de nossos cães. Isso inclui o check-up regular do peso. Há alguns anos, os proprietários de um Labrador retriever de 70 kg foram condenados por uma corte de Londres por crueldade contra os animais.
 

Veja Também